A Generac tem tomado ações para diminuir a transmissão do COVID-19, dentre elas o trabalho da equipe comercial em regime de home office. Agora você poderá entrar em contato conosco através dos números ao lado.
Clientes do estado de São Paulo
(16) 99753-4880
Clientes fora do estado de São Paulo
(16) 99724-2126
Pós-venda e peças
(16) 3505-9127

Governo cria a “bandeira tarifária escassez hídrica” que gera um aumento de 50% nas contas

A Aneel (agência nacional de energia elétrica) anunciou no início de setembro uma nova bandeira tarifária, a chamada “bandeira tarifária escassez hídrica”. 

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Imprimir

A Aneel (agência nacional de energia elétrica) anunciou no início de setembro uma nova bandeira tarifária, a chamada “bandeira tarifária escassez hídrica”. 

Até o momento estava em vigor a bandeira vermelha 2, onde pagamos um adicional de R$9,49 por 100 kWh, quando a nova bandeira entrar em vigor, passaremos a pagar o adicional de R$14,20 para a cada 100 kWh consumido. A previsão é que essa bandeira permaneça até abril de 2022. 

A nova bandeira possui uma alta de 49,63% em relação a antiga que estava em vigor, o reajuste é o segundo anunciado neste ano. De janeiro a abril, estávamos com a bandeira amarela acionada, com um custo adicional de R$1,34 por 100 kWh. Já em maio passamos para a bandeira vermelha 1, com um custo adicional de R$4,16. Como a falta de chuvas, em junho passamos para bandeira vermelha 2, onde pagávamos pelo adicional de R$6,24. Em julho e agosto se manteve a bandeira vermelha 2, mas com o reajuste para R$9,49. 

Crise hídrica 

A crise hídrica vem se agravando desde julho de 2020 e atualmente chegou em seu pior cenário nos últimos 91 anos.  Em agosto os níveis de reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste do País chegaram em seus piores níveis nos últimos 20 anos.  

Cerca de 70% da energia gerada em nosso País são fornecidas por usinas hidroelétricas que estão localizadas na região Sudeste e Centro-Oeste. Com a falta de chuva nessas bacias hidrográficas, houve a necessidade do acionamento das usinas termoelétricas e a importação de energia. Essas medidas custarão em média ao País cerca de R$8,6 bilhões, segundo o diretor-geral da Aneel. 

E sabe o que é pior? Não há uma previsão para a melhora desse cenário. Afinal dependemos de que chova em locais específicos para que os reservatórios subam e voltemos a normalidade.   

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse com nossos especialistas.

Está em dúvida para escolher a melhor solução para sua demanda em energia? Conte com a Generac.
 


Planilha grátis

Quedas de energia impactam diretamente no faturamento da sua empresa, já parou para calcular o prejuízo?

Com esta planilha você consegue calcular o prejuízo que as quedas de energia tem sobre o seu faturamento.

Entre em contato com a Generac

Preencha o formulário abaixo, nossos consultores entrarão em contato