Geradores para condomínios

Chegar em casa depois de um dia exaustivo de trabalho e perceber que não tem energia é muito frustante, além dos moradores, quem sofre também é o síndico, uma enxurrada de ligações para a portaria e muitas reclamações nas reuniões de condomínio. Moradores idosos e moradores com deficiências físicas tem muita dificuldade de locomoção com os elevadores parados e corredores escuros.

Além da comodidade e conforto, não podemos esquecer que energia elétrica garante a segurança do condomínio, durante um queda prolongada os nobreaks não conseguem suprir a energia necessária para as câmeras de segurança, portão eletrônico, iluminação, cercas elétricas, ou seja a segurança de todos está em risco.

E para resolver o problema de falta de energia, a melhor opção, sem sobra de dúvidas é um gerador de energia operando em stand by.

Funcionamento básico de um gerador

Geradores de energia modernos são equipamentos versáteis, que podem ser configurados para trabalhar de diversos modos de operação, vamos falar da operação em standby, a mais comum em condomínios residenciais.

Um gerador operando em stand by entre em funcionamento quando, falta energia da concessionária, seja por causa de uma tempestade, um poste caído na rua, falhas na geração ou qualquer outra falha.

No momento da queda de energia o gerador pode entrar em funcionamento de forma automática ou manual, quem faz esse gerenciamento é o QTA (Quadro de transferência automática), o funcionamento é muito simples. O QTA é ligado na rede elétrica e ao gerador e fica monitorando a energia que vem da rede, no momento da interrupção um relé aciona o gerador de energia que alimenta o circuito elétrico do condomínio, entre a queda da energia e o completo reestabelecimento podem se passar 15 segundos sem energia, porém geradores de energia movidos a gás natural esse tempo é reduzido para 8 segundos.

Quando a energia da rede é reestabelecida o QTA desliga o gerador e alimenta o circuito elétrico com a energia da concessionária.

Como escolher o gerador para meu condomínio?

Existe uma grande diversidade de modelos e marcas de geradores de energia, e escolher o equipamento ideal exige uma avaliação criteriosa das características de cada solução oferecida, alguns itens importantes devem ser levados em consideração.

Potência

A escolha da potência do gerador depende da carga que será exigida dele, por exemplo: o gerador ficará responsável somente pela alimentação da iluminação das áreas comuns? Ou também irá alimentar a portaria e elevadores? Existe ainda a possibilidade do gerador alimentar os apartamentos.
 
Esse dimensionamento deve ser feito por uma empresa especializada que irá estudar as cargas que serão suportados pelo equipamento e determinar a potência ideal, mas lembre-se, quanto mais potente o equipamento maior o seu custo, tanto na aquisição quanto na manutenção.
 
Para te auxiliar no dimensionamento do gerador conte a rede de distribuidores da Generac, clique aqui e encontre o distribuidor mais próximo.

Combustível

Existem muitas opções de combustíveis para grupos geradores, diesel, gás natural, biogás, gasolina e até etanol.
 
Porém os combustíveis viáveis para serem usados em condomínios são diesel e gás natural, equipamentos movidos a gasolina e etanol precisam de grandes reservatórios de armazenagem, também por terem um consumo muito alto e por sua limitação em gerar potências mais altas.
 
Os geradores a diesel são uma solução mais tradicional em condomínios, e são bem aceitos pelo mercado, existe uma grande variedade de modelos e fabricantes que atendem muito bem os mais variados tipos de condomínios e aplicações.
 
Porém os geradores a gás natural para condomínios tem se tornado um opção cada vez mais interessante, pois são mais silenciosos, ocupam menos espaço e necessitam de uma menor manutenção em relação aos geradores a diesel.
 
Somente a Generac tem uma linha de geradores a gás natural, que são perfeitos para serem usados em condomínios. Conheça mais sobre esses produtos clicando aqui.

Abastecimento

Uma preocupação de todos síndicos é o abastecimento do gerador de energia, zelador e e outros funcionário não podem lidar diretamente com o combustível, uma vez que essa pode ser caracterizada como uma atividade insalubre.
 
A opção correta é contratar uma empresa especializada de entrega de combustíveis, é importante lembrar que a armazenagem de combustíveis nas áreas comuns não é recomenda e ainda é proibido por lei.
 
A outra opção de abastecimento, são os equipamentos movidos a gás natural. Os geradores movidos a gás natural não possuem necessidade de reabastecimento uma vez que o combustível está na tubulação e é fornecido pela concessionária de gás natural. E os problemas relacionados ao diesel não existe.

Local de instalação

Para escolher o local da instalação, alguns fatores devem ser considerados: barulho, segurança, fumaça, calor, ventilação.
 
A primeira dica na escolha do local é instalar o gerador próximo ao quadro de energia, pois assim se economiza nos cabos e a manutenção fica facilitada.
 
Muitos condomínios verticais optam por instalar os grupos geradores no subsolo, próximo as garagens, nesses casos a preocupação com a ventilação tem que ser redobrada, pois os gases da queima do combustível pode ficar acumulado gerando riscos de explosão e intoxicação.
 
Na escolha do equipamento é preciso observar o nível de emissão de ruído, equipamentos abertos não tem o nível de ruído divulgado, e é recomendado sua instalação em sala acústica para tratar o ruído. Outra opção são os geradores silenciados, no mercado são oferecidas opções de 85dB e 75dB em geradores a diesel, porém geradores a gás natural emitem níveis menores de ruído, variando entre 60dB a 80dB.
 
Um gerador para o seu condomínio é um necessidade, é preciso analisar muito bem todas as opções para realizar uma boa compra.

Converse com nossos especialistas

Está em dúvida para escolher a melhor solução para sua demanda em energia. Conte com a Generac.